OPEN A NEW MIND. RESET YOUR IDEAS.

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Pinterest

FESTA TEMPESTADE TRAZ A REFLEXÃO DO VIVER E AFETUOSAMENTE DECLARA QUE “VAI PASSAR”

Com lyric video ilustrado, Zé Ferraz e Guilherme Tieppo apresentam uma combinação de ritmo pulsante com melodias bonitas.

O duo paulistano Festa Tempestade, formado por Zé Ferraz (baixo, violão, vozes, percussão) e Guilherme Tieppo (pianos/sintetizadores, violão/guitarra, vozes, percussão), apresenta hoje, 12 de agosto, “Vai Passar”. O terceiro single de sua carreira precede o lançamento do álbum de estreia, Festa Tempestade. Com uma combinação de ritmo pulsante com melodias bonitas, a canção chega como uma palavra de incentivo afirmando que “vai passar”.


"'Vai Passar' fala sobre estar aberto a novas possibilidades. É uma balada moderna, mas que remete a estética orquestrada dos anos 60, resultando em uma trilha sonora ideal para longas horas de reflexão”, diz Ferraz. “É um grito que vem do interior de cada um, despertando a vontade de aguentar firme e seguir em frente. Uma combinação de um ritmo pulsante e partes melódicas que evocam o frescor e a motivação intrínseca do viver”, completa Tieppo.


O lyric video: Fechando a trilogia de singles de lançamento do álbum, o audiovisual de “Vai Passar” segue a estética apresentada nos lyric videos anteriores. Muito além da música, o Festa Tempestade também tem o cuidado com a estética que envolve o seu projeto. Do figurino à direção de arte, tudo o que é apresentado para o público é conceituado em torno dos estados de Festa e Tempestade vividos pelos artistas diariamente.


“Decidimos traduzir de maneira bem literal a principal característica da música no vídeo: a reflexão do viver. Na imagem é possível nos ver deitados, num campo bucólico e olhando para as estrelas procurando as respostas. Além disso, compusemos a música nesse ambiente, então acho que o vídeo é também uma homenagem ao momento de criação da canção”, relata o duo.


SOBRE FESTA TEMPESTADE: O duo paulistano Festa Tempestade, formado por Zé Ferraz (baixo, violão, vozes, percussão) e Guilherme Tieppo (pianos/sintetizadores, violão/guitarra, vozes, percussão), expõe um universo autointitulado “Tropical Disco” ao misturar o espírito latino e brasilidade com a atmosfera das discotecas dos anos 70 e 80. Tais referências não se resumem apenas na sonoridade, mas também estão presentes na estética e no comportamento da dupla. O nome, Festa Tempestade, manifesta o contraste diário entre alegria e tristeza e propõe a possibilidade de aceitação desse ritmo como parte natural da vida. “A tristeza que balança e a melancolia que vem sempre cheia de esperança”, como definem. E isso se reflete muito nas músicas desenvolvidas pelos artistas: um mix dançante e animado com um tom doce e sentimental. Os singles “Vale”, “Mexe” e “Vai Passar” foram apresentados para o público em 2022 e fazem parte do seu primeiro álbum, Festa Tempestade, que será lançado no mesmo ano.


Acompanhe o FESTA TEMPESTADE nas plataformas digitais de música e redes sociais.


ASSESSORIA DE IMPRENSA: ALETS COMUNICAÇÃO

FOTOGRAFIA DE NAIRA MATTIA